Google+ Followers

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Laboratório de Propulsão Liquida da Divisão de Propulsão Espacial do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) em São José do Campos (SP)


1º Ensaio a Quente do Motor-Foguete Líquido L1 do IAE

Vídeo do 1º Ensaio a quente do motor-foguete líquido L1 (1kN) que está em desenvolvimento no Laboratório de Propulsão Liquida da Divisão de Propulsão Espacial do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) em São José do Campos (SP), ocorrido dia 29/08/2012.

O desempenho do motor foguete L1 foi considerado muito bom, pois os parâmetros propulsivos mais importantes do motor como empuxo, vazão mássica, impulso especifico, velocidade característica se apresentaram bem próximos dos valores pré-calculados.


O motor L1 tem como objetivos principais o treinamento do corpo técnico do Laboratório de Propulsão Líquida e a realização de pesquisas na área de propulsão espacial, além de ser uma ferramenta de capacitação para formação de novos grupos do curso de mestrado de propulsão líquida.

O cabeçote de injeção do motor L1 é composto de injetores mono propelentes centrífugo e jato, para etanol e oxigênio gasoso, respectivamente. A câmara de combustão é de aço inoxidável, refrigerada a água, e a ignição é feita por um ignitor gás dinâmico. 

Em anexo assista ao vídeo do 1º ensaio do motor foguete L1.




Concluídos os Ensaios em Solo do Motor-Foguete Líquido L5 no IAE

Vídeo produzido pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) onde mostra a Divisão de Propulsão Espacial (APE) do instituto realizando com sucesso os ensaios de qualificação em solo do Motor-Foguete Líquido L5, concluindo, assim, uma importante etapa para a capacitação do IAE no desenvolvimento da tecnologia de propulsão líquida.

Os ensaios do Motor L5, que funciona com oxigênio líquido e etanol, foram retomados em agosto de 2011 e serviram para verificar o desempenho desse motor em condições atmosféricas, tendo sido realizadas medidas de empuxo, vazões, pressões e temperaturas em diferentes pontos das linhas de alimentação dos propelentes, bem como no próprio motor (cabeçote de injeção, câmara de combustão e tubeira).

Atualmente foram fabricados e testados dois conjuntos idênticos do Motor L5, composto de cabeçotes de injeção e câmara de combustão. O primeiro deles foi ensaiado com êxito em 2005, tendo sido submetido a mais de 400 s de testes a quente. O segundo motor totalizou, até o momento, aproximadamente 10 min de ensaios, em tiros com duração de 40 s, 60 s e 120 s.

Para essa segunda etapa, além dos ensaios de maior duração, também, foi testada pela primeira vez uma a câmara de combustão feita de liga de aço Inconel, com cerca 2 mm de espessura de parede.

O desempenho do Motor L5 foi o esperado para as condições atmosféricas (em solo), estimando-se que os parâmetros propulsivos estejam próximos aos dos previstos em projeto para o vôo, ou seja empuxo de 5 kN (0,5 t) para ambiente de vácuo.




Operação Raposa  motor -Foguete Líquido L5

Vídeo divulgado pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) da Campanha de Lançamento do foguete VS-30 V13 da "Operação Raposa", lançamento este ocorrido no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão. O lançamento foi realizado às 23h02 do dia (01/09/2014) e tratou do teste de voo do Estágio Propulsivo a Propelente Líquido (EPL) e do primeiro motor-foguete líquido desenvolvido no Brasil, o motor L5.




Banco de Provas de Motor-Foguete Líquido L15




                                   Motor-Foguete Líquido L75